20 de fev de 2015

Toalha de crochê tipo "renda de Bruxelas"



OYÊ!! tudo belezinha??
aqui está tudo ótimo!! agradecendo a Deus pela chuva abençoada que tem caído no estado de SP.
e que Ele envie também a chuva para o nordeste, e pra quem mais estiver precisando né?
e que todos possam aprender a lição!

Bem.. vamos falar dessa belezura?
ela encanta meus olhos há anos, mas nunca a confeccionei, rss
talvez por pura preguiça de pensar mesmo, afinal, ela é toda trabalhada de maneira diferente, mas hoje com mais experiência, eu sei que não é difícil,
Uma renda encantadora!!
acho que vale a pena sim, botar a cachola pra funcionar um pouco e fazer.
bora lá? 
espero que tenham gostado, e se alguém fizer, gostaria muito de ficar sabendo!
mostra pra mim?
eu posto aqui no meu blog.
beijokas!! 






As Rendas de Bilros
Várias regiôes quer na Bélgica quer em França ou em Itália, reivindicam a criação deste trabalho. Em qualquer dos casos a sua origem está associada a uma figura religiosa ou a uma figura divina. No Museu Real de Bruxelas, o tríptico de Quentin Metsys A Lenda de santa Ana (a santa padroeira das rendilheiras), do princípio do séc.XVI, mostra uma mulher usando uma camisa enfeitada com galões e fitas. Os primeiros livros com exemplos são desta altura.
Os diversos tipos de  renda distinguem-se quer pela natureza  do trabalho quer pelo nome das localidades a que pertencem. Flores grandes ou por ex. renda de Bruxelas, de Bruges, etc. A renda é uma consequência do bordado. Em França, Colbert promoveu odesenvolvimento desta actividade a partir de  Alençon.
 
 A renda de bilros realiza-se sobre uma base onde se vai picando o motivo. Os pontos formados a partir dos fios enrolados nos bilros são presos por alfinetes que a rendilheira desloca à medida que o trabalho avança sobre uma almofada em forma de tubo ou sobre uma tábua plana. A renda de bilros pode ser feita a partir de duas técnicas : o fio cortado e o fio contínuo.
A renda Duchesse de Bruxelles que deve o seu nome à duquesa de Brabant é o exemplo mais rico da renda com os fios cortados.
A renda de Binche é a renda de bilros que utiliza a técnica dos fios contínuos. A sua especialidade é a renda Duchesse.
A renda de Bruges inclui um género Duchesse de Bruges, menos rico que a Duchesse de Bruxelles mas também muito belo.

Um comentário:

"Se não puder se destacar pelo talento,
vença pelo esforço."